22.6 C
Brasília
- PUBLICIDADE -
InícioSem categoriaTrabalhadores da Alimentação ampliam representação na região Norte

Trabalhadores da Alimentação ampliam representação na região Norte

Publicado em

Trabalhadores da Alimentação ampliam representação na região Norte

Sindicatos dos Estados do Acre, Amazonas e Rondônia fundam federação interestadual para melhorar condições salariais e de trabalho

Por Clarice Gulyas

A Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA Afins) participa nesta sexta (27/3) da Assembleia de Fundação da Federação Interestadual dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Bebidas dos Estados do Acre, Amazonas e Rondônia. O evento, promovido a partir da iniciativa de cinco sindicatos da região, será às 8h30, no Hotel Shelton, em Porto Velho (RO).
Com a expansão de indústrias ligadas, principalmente, aos setores de frigorífico e de bebidas, os trabalhadores nas indústrias de Alimentação da região Norte do País decidiram se reorganizar e intensificar a representação nos três Estados que, juntos, somam aproximadamente 30 mil trabalhadores na categoria da Alimentação. Desse total, são cerca de 11,6 mil trabalhadores no setor frigorífico e 5,1 mil trabalhadores no setor de bebidas. O Brasil corresponde atualmente a 1,6 milhão de trabalhadores na categoria da Alimentação, sendo 440 mil distribuídos em frigoríficos e 140 mil em indústrias de bebidas.

Para o presidente da CNTA Afins, Artur Bueno de Camargo, a criação da federação interestadual é importante tanto para a atual conjuntura política e econômica do País, quanto para o avanço nas conquistas de direitos dos trabalhadores da categoria. Em sua maioria, esses trabalhadores são funcionários de indústrias de grande porte, como as de bebidas Coca-Cola e Ambev, e dos frigoríficos JBS, Minerva e Marfrig. O trabalho informal e clandestino a partir de imigrações também preocupa a entidade nacional.
“É evidente que nenhum desses Estados comportaria nesse momento uma federação exclusiva, já que o número de sindicatos ainda é pequeno. Então, a iniciativa desses sindicatos é extremamente positiva para coordenar o movimento sindical, refletindo, especialmente, nas negociações coletivas de trabalho.”, comenta Bueno, que também destaca a preocupação da CNTA Afins em combater os acidentes de trabalho e doenças ocupacionais na região.
“Outros pontos importantes que destacamos a partir da criação dessa representação sindical de segundo grau, é a questão do combate aos acidentes de trabalho e doenças ocupacionais, principalmente em frigoríficos e indústrias de bebidas. E o papel da federação será muito importante para fazer essa discussão com os sindicatos e tomar medidas cabíveis em defesa dos trabalhadores, como, por exemplo, o cumprimento da Norma Regulamentadora n° 36 do Ministério do Trabalho e Emprego (que trata de novas regras de saúde e segurança em frigoríficos, em vigor desde abril de 2013)”, defende o presidente da CNTA Afins.
O encontro será pautado pela discussão e aprovação da fundação da federação, a aprovação do estatuto da entidade, a aprovação da filiação dos sindicatos na referida federação, a eleição e posse da diretoria, conselho fiscal e suplentes; e debate de outros assuntos pertinentes a fundação da entidade.  A criação da nova entidade é iniciativa de uma comissão composta por representantes de cinco sindicatos de trabalhadores: Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação do Estado de Rondônia (SINTRA-INTRA-RO); Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Carne, Leite e Cereais de Rolim de Moura (SINTRA-ALI-RO); Sindicato dos Trabalhadores Industriários do Estado do Acre (SINTIACRE); Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Bebidas em Geral de Manaus (SINTRABEM) e Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação, Gelo, Moagem de Café, Trigo, Rações, Sal, Frigoríficos, Vinagre, Laticínios, Castanha, Iogurte, Xaropes e Produtos Alimentícios no Estado do Amazonas (SINTAM).


Dados:
Número de trabalhadores e remuneração média


Trabalhadores no Abate e Fabricação de Carne

Amazonas: 413 trabalhadores – R$ 1.231,03
Rondônia: 10.023 trabalhadores – R$ 1.279,41
Acre: 1.185 trabalhadores – R$ 1.150,85
No Brasil: 440.150 trabalhadores e remuneração média de R$ 1.379,69 (até 2013)

Trabalhadores na Indústria de Bebidas
Amazonas: 3.402 trabalhadores – R$ 2.196,09
Rondônia: 1.218 trabalhadores – R$ 1.480,07
Acre: 577 trabalhadores – R$ 1.311,82
No Brasil: 139.074 trabalhadores e remuneração média de R$ 2.144,73 (até 2013)

Número de trabalhadores nas indústrias de Alimentação e remuneração média por região:
Amazonas: 9.451 trabalhadores – R$ 1.570,16
Rondônia: 16.585 – R$ 1.171,30
Acre: 2.767 – R$ 1.052,96
No Brasil: 1.616.365 trabalhadores e remuneração média de R$ 1.588,44 (até 2012)

Fonte: Subseção do Dieese na CNTA Afins


Serviço:
Data: 27 de março de 2015
Hora: 8h30
Local: Hotel Shelton – Av. Pinheiro Machado, 1828 – Bairro São Cristovão – Porto Velho (RO)

Mais informações: http://www.cntaafins.org.br

Assessoria de imprensa da CNTA AfinsClarice Gulyas (61) 3241 6171 / 8177 3832 whatsapp
[email protected]

Feed

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -

Você pode gostar