19.5 C
Brasília
- PUBLICIDADE -
InícioTrânsitoDER-DFAssociação Moçambicana para as Vítimas em Segurança Viária conhece trabalho do DER-DF

Associação Moçambicana para as Vítimas em Segurança Viária conhece trabalho do DER-DF

Publicado em

Os visitantes conheceram instalações e souberam como é desenvolvido o trabalho de controle de trânsito e de educação executado pelo órgão

 

 

O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) recebeu, na manhã desta quinta-feira (27), a visita de Francisco Cabo, representante da Associação Moçambicana para as Vítimas em Segurança Viária (AMVIRO) e do professor do Centro Interdisciplinar em Estudo de Transporte do Programa de Pós-Graduação em Transporte (PPGT) da Universidade de Brasília (UnB), o peruano Pastor Willy Gonzales Taco.

 

O objetivo principal da visita foi apresentar as ações e as instalações que compreendem o Centro de Controle Operacional (CCO) e a Escola Vivencial de Trânsito (Transitolândia).

 

É no CCO que o videomonitoramento e a gestão de tráfego do Distrito Federal são realizados, com o uso de tecnologia de ponta, para garantir a segurança e a fluidez do trânsito nas rodovias pertencentes à circunscrição do DER-DF.

 

A Transitolândia, por sua vez, é uma iniciativa educativa voltada para a conscientização e a educação de trânsito para crianças e jovens. Através de simulações realistas e atividades interativas, a escola busca promover uma cultura de segurança e responsabilidade no trânsito desde cedo.

 

Francisco Cabo destacou a importância de levar as boas práticas efetuadas pelo DER-DF para Moçambique, onde a AMVIRO atua intensamente na promoção da segurança viária e no apoio às vítimas de sinistros de trânsito. “Esta minha vinda a Brasília é uma oportunidade de conhecer de forma mais profunda a metodologia de trabalho do DER-DF na educação para as crianças e o desenvolvimento do tráfego. Essa é uma oportunidade de capitalizar ao máximo para termos uma parceria e replicar as ações para o meu país”, concluiu.

 

O Professor Pastor Willy, por sua vez, reforçou a relevância da colaboração internacional e do compartilhamento de experiências entre instituições de ensino e órgãos de trânsito. “É uma oportunidade de abrir uma nova fronteira de trabalho e cooperação conjunta também para a Academia e seguir os trabalhos na questão de transporte e mobilidade multidisciplinar”, diz o professor Pastor.

 

O organizador da visita, agente de trânsito Rodoviário Rodrigo Nunes Cavalcante, ressaltou a importância de parcerias como essa para o fortalecimento das práticas de segurança viária e educação no trânsito, não apenas no Brasil, mas também em nível internacional.

 

 

Nunes expressou sua satisfação em poder contribuir para que as iniciativas do DER-DF sirvam como modelo para outros países e reiterou o compromisso do departamento em continuar inovando e aprimorando suas ações para um trânsito mais seguro e eficiente.

 

“A visita de Francisco Cabo e do Professor Pastor ao DER-DF marca um importante passo na cooperação internacional em prol da segurança viária e da educação no trânsito, abrindo portas para futuras colaborações e intercâmbios de conhecimento entre Brasil e Moçambique”, afirmou Cavalcante.

 

O presidente do DER, Fauzi Nacfur Júnior, destacou que o órgão está sempre à disposição para receber visitantes nacionais e internacionais que queiram conhecer tanto o trabalho quanto as dependências da autarquia.

 

“É uma honra para todos nós do DER-DF receber essas visitas. É um sinal claro de que o trabalho que vem sendo realizado pelo órgão dá resultados e ultrapassa as fronteiras do Brasil. As portas estão sempre abertas”, finalizou Nacfur.

 

O chefe da Diretoria de Educação de Trânsito, Leandro Freitas, o gerente da Transitolândia, Afonso Dutra, e o gerente de campanhas educativas do DER-DF, Adhemar Mendes Filho, também estiveram com os visitantes.

Fonte: DER – DF

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -

Você pode gostar