16.5 C
Brasília
- PUBLICIDADE -
InícioPolíticaCLDFCLDF celebra seis anos do Cartão Material Escolar

CLDF celebra seis anos do Cartão Material Escolar

Publicado em

A deputada ressalta o programa traz “benefícios diretos por meio da geração de emprego no comércio local, o aumento da arrecadação de impostos e a garantia de qualidade dos produtos”

A Câmara Legislativa realiza, nesta quinta (11), às 19h, solenidade de comemoração dos seis anos do programa Cartão Material Escolar (CME). A iniciativa, de autoria da deputada Jaqueline Silva, tem objetivo de evidenciar o projeto como incentivador educacional e econômico no Distrito Federal.

Segundo a parlamentar, a medida é uma das estratégias educacionais mais bem sucedidas implementadas no DF como suporte ao ensino básico público, além de fomentar o desenvolvimento de pequenos negócios da região pela parceria com estabelecimentos comerciais cadastrados no projeto.

“O programa traz benefícios diretos por meio da geração de emprego no comércio local, o aumento da arrecadação de impostos e a garantia de qualidade dos produtos”, enfatiza Jaqueline Silva.

A expectativa é que a vice-governadora Celina Leão, o superintendente do Banco de Brasília (BRB), Thiago Camargo, e o subsecretário de Gestão de Programas Sociais (Sedes), Danillo Ferreira, estejam presentes no evento.

 

Material escolar

 

Instituído em 2019, o Programa Material Escolar contempla estudantes de ensinos infantil, fundamental, médio e especial regularmente matriculados na Rede Pública e cujas unidades familiares sejam beneficiárias do Programa Bolsa Família. Este ano, o projeto atendeu cerca de 150 mil estudantes, a um custo de aproximadamente R$40 milhões para o Governo do Distrito Federal (GDF).

De acordo com a norma, a concessão de material didático escolar deve ser feita uma vez ao ano, até o final do primeiro trimestre letivo. As famílias beneficiárias recebem R$320 para cada aluno matriculado na educação infantil e fundamental, e R$240 para cada estudante do ensino médio.

Fonte: Agência CLDF

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -

Você pode gostar