28.5 C
Brasília
- PUBLICIDADE -
InícioPolíticaCLDFCAS vai atuar pela convocação de aprovados em concursos públicos

CAS vai atuar pela convocação de aprovados em concursos públicos

Publicado em

A subcomissão em prol dos aprovados em concursos públicos é formada pelos deputados Dayse Amarilio, João Cardoso e Pastor Daniel de Castro

Na primeira reunião da Comissão de Assuntos Sociais (CAS) da Câmara Legislativa deste ano, na manhã desta quarta-feira (21), o colegiado aprovou 23 indicações parlamentares, entre as quais duas voltadas à nomeação de aprovados em concursos públicos.

A indicação 4209/2023, do deputado Gabriel Magno (PT), sugere ao Executivo a divulgação de cronograma de nomeação de médicos, enfermeiros, especialistas em saúde, técnicos de enfermagem e motoristas no Hospital Regional de Samambaia, para suprimir o déficit existente de profissionais e ampliar o atendimento aos usuários do SUS. Já a Indicação 4110/2023, do deputado Rogério Morro da Cruz (sem partido), sugere a nomeação dos aprovados nas vagas de escrivão e agente de polícia da Polícia Civil do DF. 

Subcomissão

Nesse sentido, o vice-presidente do colegiado, deputado Max Maciel (PSOL), destacou, entre os desafios da CAS deste ano, o trabalho da subcomissão que irá atuar em prol dos aprovados em concursos públicos, a fim de que eles sejam convocados pelo GDF. Diante da defasagem de pessoal em diversas áreas, Max defendeu a necessidade de equalizar os quadros de servidores.

A subcomissão é formada pelos deputados Dayse Amarilio (PSB), João Cardoso (Avante) e Pastor Daniel de Castro (PP), que citou o projeto Aprova-DF (PL 478/2023), de sua autoria, o qual institui o Programa de Curso Comunitário Gratuito Pré-Vestibular e Preparatório Básico para Concursos, voltado a alunos do 3º ano do ensino médio. O objetivo, segundo Daniel de Castro, é oferecer aos estudantes de baixa renda condições satisfatórias para disputar vagas em universidades e órgãos públicos.

Participaram da reunião de hoje, transmitida ao vivo pela TV Distrital (canal 9.3) e YouTube, os deputados Max Maciel (PSOL), Pastor Daniel de Castro (PP) e Martins Machado (Republicanos).
 

Fonte: Agência CLDF

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -

Você pode gostar