16.5 C
Brasília
- PUBLICIDADE -
InícioPolíticaCLDFCadastro pessoal no comércio varejista passa a ser facultativo

Cadastro pessoal no comércio varejista passa a ser facultativo

Publicado em

O projeto é de iniciativa do deputado Hermeto

Prática que se tornou corriqueira no comércio varejista do Distrito Federal, o fornecimento pelo consumidor de dados pessoais para cadastro passará a ser facultativo, exceto nos casos previstos em lei, como a obtenção de crédito. A medida é objeto do projeto de lei nº 1.281/2020, de iniciativa do deputado Hermeto (MDB), aprovado pelo plenário da Câmara Legislativa, nesta terça-feira (25).

“A legislação não permite a retenção de dados pessoais do consumidor com objetivos publicitários, como mailing e marketing. Mas, o cadastro pode ser realizado, desde que não seja uma obrigatoriedade para o cliente. De forma espontânea, o consumidor poderá fornecer seus dados para o recebimento de informações de promoções, descontos no mês de aniversário, entre outras vantagens”, explica o distrital.

Marco Túlio Alencar – Agência CLDF



Fonte: Agência CLDF

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -

Você pode gostar