18.5 C
Brasília
- PUBLICIDADE -
InícioSem categoriaProjetos de lei da deputada Jaqueline Silva são aprovados na CLDF

Projetos de lei da deputada Jaqueline Silva são aprovados na CLDF

Publicado em

Quatro projetos de lei de autoria da deputada Jaqueline Silva sobre, acessibilidade, saúde e cultura foram aprovados pelos distritais na Câmara Legislativa do Distrito Federal na sessão plenária da última quarta-feira (26). O PL nº 469/2019 institui a Bengala Verde como instrumento auxiliar de identificação dos deficientes visuais que possuem baixa visão.

“Inclusão e acessibilidade para as pessoas com deficiência são bandeiras que defendo em meu mandato. Por isso, decidi lutar para atender uma demanda tão importante para eles.”, afirma a distrital. O projeto atende demanda antiga dos deficientes visuais que possuem baixa visão, que os identifica propriamente e é uma medida para reduzir situações de discriminação, tanto por pessoas que enxergam quanto por pessoas cegas.

Quanto à saúde, foram aprovados projetos que reforçam a liberdade de escolha das mulheres e a importância de instruções para gestantes. O PL nº 371/2019 determina que os hospitais da rede pública e privada serão obrigados a afixar cartazes orientando e esclarecendo acerca do parto humanizado, que garante o protagonismo da mulher e de suas escolhas.

“Precisamos dar mais atenção para a saúde feminina, com informações, instruções e campanhas para que todas saibam dos seus direitos na hora do parto.”, complementa a distrital.

Já o PL nº 54/2019 obriga a inclusão do curso de Manobras Heimlich – método pré-hospitalar de desobstrução das vias aéreas superiores, que induz tosse artificial com manobras manuais para expelir objetos estranhos engolidos por crianças – no pré-natal das gestantes da rede hospitalar do Distrito Federal.

Durante a sessão, também foi aprovado o PL nº 440/2019, que inclui no calendário oficial de eventos do Distrito Federal a “Cavalgada Resgatando uma Tradição”, recuperando importante tradição dos vaqueiros que mistura religião e esporte.

Agora, os projetos aprovados de autoria de Jaqueline Silva seguem para sanção do governador Ibaneis Rocha. Vale relembrar que a primeira lei de autoria de Jaqueline Silva – Lei nº 6311/2019 – foi publicada no dia 24 de junho de 2019 e proíbe a cobrança de taxa de material escolar de uso coletivo em escolas privadas do Distrito Federal.

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -

Você pode gostar