22.5 C
Brasília
- PUBLICIDADE -
InícioSem categoriaJoão Pedro abre mão de salário e regalias na corrida pelo Senad

João Pedro abre mão de salário e regalias na corrida pelo Senad

Publicado em


João Pedro abre mão de salário e regalias na corrida pelo Senado

Para o ex-procurador geral do Trabalho, atitude confirma 
compromisso com a população do DF


O advogado João Pedro Ferraz (PPL) registrou nesta sexta (14/9) carta de compromisso público em cartório de Brasília. Na ocasião, o candidato ao Senado pelo DF se comprometeu a abrir mão do salário e de verbas extras que vêm junto com o cargo.

Conhecido como Senador do Trabalho, João Pedro se recusa a receber 14º e 15º salários, auxílio-moradia, carro oficial, cota de combustível, verba de transporte aéreo, cota de telefone pessoal e ressarcimento de despesas médicas, odontológicas e psicoterápicas. O documento ressalta que diante da impossibilidade legal de deixar de receber os vencimentos, João Pedro irá destiná-los integralmente a projetos que incentivem a geração de emprego e renda no DF.

Ao economizar mais de R$ 60 mil aos cofres públicos por mês, o ex-procurador geral do Trabalho também se compromete a oficializar sua decisão pessoal e irrevogável no dia em que tomar posse no cargo, em 2019. Somente em salários, a Casa gasta aproximadamente R$ 3 bilhões por mês, segundo dados do portal da transparência do Senado.

“Abri mão dessas mordomias cedidas pelo Senado, pois já tenho minha aposentadoria, conquistada após mais de 50 anos de trabalho. Não preciso de auxílio-moradia, porque tenho casa própria. Não preciso de cota de passagens aéreas, pois moro no DF. Não quero verba para carro e gasolina, porque tenho meu próprio carro, o qual eu mesmo dirijo. Por estas razões, quero que essas verbas sejam aplicadas em projetos que invistam na geração de emprego e renda no DF.”, comenta o candidato.

Advogado e professor de Direito, João Pedro quer representar os direitos e os interesses dos trabalhadores e do movimento sindical no Congresso. Ficha limpa, ele também quer desburocratizar a vida do pequeno empresário e combater ameaças, como a extinção da Justiça do Trabalho e do Ministério Público do Trabalho.

Nascido em Sentinela do Sul (RS), João Pedro foi cobrador de ônibus, office boy e bancário antes de se tornar um dos advogados trabalhistas mais conceituados do País. Foi Procurador do Trabalho por 28 anos, e por quatro anos exerceu o cargo de Procurador Geral do Trabalho, a autoridade máxima do MPT. Foi ainda Conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil na subseção do DF e um dos nomes cotados para o cargo de ministro do Tribunal Superior do Trabalho.

Serviço:
Nome na urna: João Pedro Ferraz
Número: 544
Estado: DF
Partido: PPL – Partido Pátria Livre
Coligação: PRA FAZER A DIFERENÇA
Composição: MDB / PP / AVANTE / PSL / PPL
1º Suplente: Jose Roberto Rutkoski
2º Suplente: Professor Carpintero


Assessoria de imprensa:
Clarice Gulyas

(61) 98177-3832
[email protected]
Feed

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -

Você pode gostar