20.5 C
Brasília
- PUBLICIDADE -
InícioSem categoriaBrasil: Trabalhadores do setor Frigorífico intensificarão luta no exterior

Brasil: Trabalhadores do setor Frigorífico intensificarão luta no exterior

Publicado em

Brasil: Trabalhadores do setor Frigorífico intensificarão luta no exterior

Entidade sindical internacional convoca mobilização global e CNTA Afins apresenta pesquisa Perfil dos Trabalhadores em Frigoríficos no Brasil


 Por Clarice Gulyas



A Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA Afins) participou, na última quarta (10/12), de reunião extraordinária com a União Internacional de Trabalhadores da Alimentação, Agrícolas, Hotéis, Restaurantes, Tabaco e Afins (UITA), em São Paulo (SP). O objetivo do encontro foi discutir novas estratégias de organização e atuação no campo internacional, com destaque para o setor frigorífico. Na ocasião, a CNTA Afins criticou o alto índice de acidentes de trabalho no País e apresentou a pesquisa atualizada do Perfil dos Trabalhadores em Frigoríficos no Brasil, realizada pela subseção do Dieese.

O Secretário-Geral da UITA, Ron Oswald, comentou a importância da sindicalização de trabalhadores para conscientização e mobilização em pontos comuns enfrentados pela categoria em todo o mundo, como a reivindicação de mais saúde e segurança no setor frigorífico, por meio da prevenção das Lesões por Esforço Repetitivo (LER), redução da velocidade das linhas produção, combate a exploração de trabalhadores imigrantes, entre outros. Ele também destacou a necessidade de enfrentamentos específicos para setores de produção de carnes bovinas e de aves.

Das maiores companhias de alimentação no mundo, 13 são dedicadas à carne, como a JBS, Brasil Foods, Marfrig, Vion, Danish Crown, Groupe Doux, Tyson, Cargill, Smithfield, Nippon Meatpackers, entre outras. Por isso, segundo Ron, é preciso intensificar a organização dos trabalhadores de forma global, a fim de traçar novos planos estratégicos de atuação sindical, como a realização da Conferência Mundial dos Trabalhadores na Indústria da Carne (especialmente com a participação de trabalhadores da América do Norte, Brasil, Argentina, Austrália, Nova Zelândia, Europa e Japão), que está prevista para março.

Do Brasil para o Exterior

Para a CNTA Afins, que representa 440 mil trabalhadores nas indústrias frigoríficas no Brasil, o intercâmbio de experiências e lutas com as entidades sindicais de trabalhadores dos demais Países poderá significar avanços nas conquistas da categoria na América-Latina e, principalmente, no Brasil. De acordo com dados do Ministério da Previdência Social (MPAS), entre 2010 e 2012, foram registrados 62 mil acidentes no setor, com 111 mortes no mesmo período. 

Segundo o vice-presidente da CNTA Afins, Melquíades de Araújo, “a discussão chegou em boa hora”, já que a CNTA Afins tem intensificado cada vez mais as lutas dos trabalhadores do setor. Na ocasião, Melquíades de Araújo, que também é o presidente da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação do Estado de São Paulo (FETIASP), apresentou a atualização do Perfil dos Trabalhadores em Frigoríficos no Brasil, elaborado pela subseção do Dieese na CNTA Afins. A pesquisa demonstra o aumento do número de trabalhadores no País (de 400 para 440 mil entre 2012 e 2013), além de alterações importantes das posições dos Estados no ranking do número de trabalhadores, como Paraná (76,3mil) e São Paulo (63,3 mil).

A Secretária para Relações Internacionais da CNTA Afins, Neuza Barbosa de Lima, lembrou a conquista da Norma Regulamentadora n° 36 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em abril de 2013, e disse que o grande desafio dos trabalhadores é cobrar a fiscalização, sobretudo, após o vencimento do prazo final para as adequações dos frigoríficos (referentes aos itens que demandem alterações nas instalações físicas), em 2015.

Participaram ainda da reunião a assessora do Departamento Internacional da CNTA Afins, Ingrid K. Gulyas; o Secretário Regional da UITA para a América Latina Gerardo Iglesias; o Presidente do Comitê Executivo da UITA para a América Latina e vice-presidente da UITA, Norberto Latorre; além do vice-presidente da UITA e chefe do Setor da Alimentação e da Carne na The United food & Commercial Workers International Union (UFCW – EUA/Canadá).


Fotos: UITA


Baixe aqui a Cartilha dos Frigoríficos

Baixe aqui a pesquisa Perfil dos Trabalhadores em Frigoríficos

Mais informações: www.cntaafins.org.br

Assessoria de imprensa:
Clarice Gulyas
(61) 8177 3832 Vivo / Whatsapp
Feed

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -

Você pode gostar