19.5 C
Brasília
- PUBLICIDADE -
InícioSem categoriaAssaltos a residências aumentam 25% no período de férias

Assaltos a residências aumentam 25% no período de férias

Publicado em

Por: Clarice Gulyas
Foto: Divulgação


O período de férias está chegando e muitos já se preparam para viajar. Comum nessa época do ano o aumento na quantidade de furtos e assaltos em residências. Em janeiro, a elevação é em média de 25% em relação a outros meses. Por isso, a atenção com medidas básicas de segurança deve ser redobrada para coibir a ação dos bandidos. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública do DF, somente no primeiro trimestre deste ano, dos 22 mil crimes praticados contra o patrimônio, mais de 3 mil roubos e furtos ocorreram em comércios e residências do Distrito Federal. A maioria dos assaltos, cerca de 60%, são registrados em residências. Dados ainda revelam que o índice de assaltos e furtos em residências em janeiro, por exemplo, aumentou cerca de 5% em relação ao ano anterior.

O consultor em segurança, Agenor Netto, alerta que a prevenção ainda é a melhor maneira de evitar surpresas desagradáveis na volta para casa. Ele recomenda a instalação de equipamentos como alarmes e câmeras de seguranças para dificultar a invasão dos bandidos, que agem de preferência nos locais desprotegidos, pela facilitação do acesso. Com o investimento do monitoramento à distância, que custa em média R$ 150 mensais, é possível acompanhar em tempo real tudo o que acontece no local através da internet, via celular ou ipad, por exemplo.

“A maioria das pessoas decide investir em alarmes sonoros, câmeras ou sensores infravermelhos apenas quando o vizinho ou algum parente é assaltado. As férias são um prato cheio para os bandidos e hoje em dia é possível deixar a casa monitorada a baixo custo”, diz o Agenor.

De acordo com o especialista, além do investimento em equipamentos eletrônicos, a população deve ter ficar atenta a cuidados básicos que devem ser tomados antes de viajar, como reforçar portas e janelas com grades ou cadeados e bloquear o recebimento de jornais e revistas. Agenor também alerta que a elaboração de um projeto estratégico feito por um profissional é essencial para garantir a eficiência do sistema de segurança privado.

“Usar somente as câmeras mostrará quem efetuou o furto, mas depois do assalto. O ideal, portanto, é contar com um projeto específico para o local com alarme ou sensor que evitará que o ladrão permaneça dentro da sua casa ou loja porque, a partir daí, a central de segurança é acionada e a polícia vai até o local”, ressalta o Agenor.

A moradora do Park Way, Célia Romeiro, aposta na segurança de câmeras e alarmes de segurança há oito anos, desde que trocou o apartamento pela residência atual. Apesar de ter sido vítima de invasão em 2008, quando a empregada doméstica esqueceu de acionar o alarme, Célia garante que considera o investimento indispensável e relata:“Minha secretária deixou a janela aberta, foi rendida, mas conseguiu fugir e pediu a ajuda dos vizinhos. Se o alarme estivesse acionado, uma viatura teria ido até o local. Esse é um benefício que não tem preço e que garante um sono tranquilo”, avalia.

O tempo médio para a invasão de um patrimônio é de apenas um minuto. Por isso, tomar cuidados simples para dificultar a entrada do assaltante diminuem as chances de roubos, furtos e até mesmo sequestros. Confira algumas dicas de segurança :

– Evite deixar chaves ou objetos de valor como relógios e jóias expostos em veículos;
– Mantenha a residência bem iluminada, principalmente nas entradas. Procure utilizar timers ou sensores fotoelétricos para acender automaticamente as luzes ao anoitecer e apagá-las ao amanhecer;
– Nunca esconda chaves do lado de fora como embaixo do tapete ou vaso de flores. Prefira deixar uma chave extra com um amigo ou membro da família;
– Guarde escadas ou outros objetos que possam servir para o invasor acessar o segundo andar da casa;
– Nunca deixe uma mensagem em sua secretária eletrônica ou na porta de frente dizendo que você não está em casa;
– Programe horários de funcionamento para rádio ou televisão para dar a impressão de ocupação da residência.

Mais informações:
Media House Comunicação & Marketing
(61) 3541 5200 / 8177 3832

Setec 24h:
(61) 2105-4222 http://www.setec24h.com.br/

Feed

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -

Você pode gostar