17.5 C
Brasília
- PUBLICIDADE -
InícioSem categoriaArraiá julino do PSL DF integra nova safra do partido

Arraiá julino do PSL DF integra nova safra do partido

Publicado em

Arraiá julino do PSL DF integra nova safra do partido

Por Clarice Gulyas



Com decoração impecável, muita música e comidas típicas, o arraiá do Partido Social Liberal (PSL) do Distrito Federal (DF) reuniu dezenas de pessoas no último sábado (27/7), no Clube dos Bombeiros, na Asa Sul. A intenção do evento foi promover a integração da nova safra de participantes e filiados do partido, além de aprofundar a união entre equipe política, amigos e familiares. O PSL DF comemorou ainda a recente inauguração das zonais do Gama, Cruzeiro, Paranoá e Taguatinga.

Na ocasião, o presidente do PSL DF, Newton Lins, falou da importância do estreitamento dos laços de amizade dentro do partido e destacou que o grupo político deve ser visto como união fraterna e familiar. 

“Partido não precisa ser uma coisa fria, não precisa ser uma coisa de interesses obscuros como a gente está vendo por aí. Um partido pode ser um grupo de amigos, de pessoas que querem crescer juntas e transformar seu vizinho, sua cidade, sua rua e contaminar as pessoas com o bem. Precisamos trocar os maus pelos bons. E é assim que a gente faz.”, afirmou.

Já Joacinara Jansen Costa, presidente regional do PSL Mulher DF, agradeceu o empenho e dedicação dos organizadores e participantes da festa, muitos, vestidos à caráter. Entre outros pontos, ela enfatizou o toque de amor deixado em cada enfeite e comida preparada pelos filiados na primeira festa do partido no DF. 

“Essa festa foi feita com carinho, com amor. Tudo o que foi visto aqui, desde a toalha de mesa, o casal de bonecos, placas e balões, tudo foi confeccionado pelas mulheres e homens do PSL. Quero agradecer à Maristela, Joyce, Socorro, Maíra, minha secretária Érica, e a todos que participaram.”, disse.

Para Maristela Correa Costa, presidente da novíssima zonal do PSL Cruzeiro, o esforço na participação da organização do evento valeram à pena. Os bonecos de palha e isopor criados por ela tornaram-se pontos de visitação na entrada da festa, onde quase ninguém resistiu fotografar ao lado do casal caipira.

“Levei três dias para fazer esses bonecos. Como a festa é caipira tem que ter essa decoração e valeu à pena, eles chamaram a atenção de todo mundo e ajudou a fazer o clima da festa. Nunca participei de uma festa tão linda assim”, comemora a design de moda.

Feed

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -

Você pode gostar