29.5 C
Brasília
- PUBLICIDADE -
InícioTrânsitoDER-DFDuplicação da BR-080 em pavimento rígido terá recurso de R$ 315 milhões

Duplicação da BR-080 em pavimento rígido terá recurso de R$ 315 milhões

Publicado em

Pista que já foi chamada de rodovia da morte tem fluxo intenso com 80 mil motoristas por dia e será alargada para levar segurança à região

 

Governador Ibaneis Rocha: “Para nós que militamos na política do DF essa obra é de suma importância para todos. Tivemos a oportunidade de trabalhar muito para que ela fosse incluída no PAC. Nós pedimos ao governo federal a prioridade a essa obra da BR-080 e essa obra vai ser entregue no nosso mandato, essa é uma das vitórias mais importantes da história de Brazlândia em seus 90 anos” | Fotos: Renato Alves/Agência Brasília

 

Única saída do Distrito Federal não duplicada, a BR-080 será alargada em um trecho de 24 km ligando Brazlândia a Taguatinga. A duplicação da via terá investimento de R$ 315 milhões e vai beneficiar cerca de 80 mil motoristas que trafegam pelo local diariamente. A obra é fruto de uma parceria do Governo do Distrito Federal (GDF) com a União.

 

A duplicação compreende um trecho entre o entroncamento com a DF-001, em Taguatinga, e a divisa do DF com Goiás, próximo ao Povoado da Vendinha. A obra faz parte do Plano de Governo 2023-2026 e foi incluída no novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), lançado pelo governo federal em agosto deste ano.

 

Quando concluída, a BR-080 será um local de melhor circulação e ligação da área leste do DF com o estado de Goiás e demais estados da região, como Tocantins e Mato Grosso. Ela também fortalece a agricultura em uma região dominante nesse setor para o DF.

 

“Para nós que militamos na política do DF essa obra é de suma importância para todos. Tivemos a oportunidade de trabalhar muito para que ela fosse incluída no PAC. Nós pedimos ao governo federal a prioridade a essa obra da BR-080 e essa obra vai ser entregue no nosso mandato, essa é uma das vitórias mais importantes da história de Brazlândia em seus 90 anos”, disse o governador Ibaneis Rocha durante a assinatura da ordem de serviço para início dos trabalhos, que vão ficar a cargo do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

 

 

Na obra, o asfalto vai dar lugar ao pavimento rígido, um material mais resistente, duradouro e de fácil manutenção. Ele tem maior espessura que o asfalto e tende a durar até 20 anos, além de suportar cargas mais pesadas, como caminhões e ônibus, sem sofrer deformações ou danos significativos.

 

O uso dessa tecnologia foi lembrado pelo diretor-geral do Dnit, Fabrício Galvão. “Ela vai ser implantada em pavimento rígido de concreto, a pista antiga vai ser totalmente restaurada. A ideia é que na sequência a gente licite do quilômetro 24 até a divisa com o estado de Goiás deixando a BR-080 totalmente duplicada na saída de Brasília”, detalhou Galvão.

 

Representando o governo federal, o ministro dos Transportes, Renan Filho, recordou que a obra é um pedido do GDF atendido pela União dentro do PAC, o que reforça o pacto federativo. “Essa obra vai mudar definitivamente a vida dos moradores de Brazlândia e vai acelerar a vida dos moradores de Brasília e de quem passa por aqui. É um sonho histórico que se realiza, uma parceria do presidente Lula com o governador Ibaneis Rocha. Não é uma obra barata, custou R$ 315 milhões e é importante lembrar que a bancada federal do DF priorizou investimentos aqui”, afirmou.

 

Agradecimentos

 

Moradora de Brazlândia desde 2004, a diretora do grupo de mulheres da Associação Rural Gabriela Monteiro (Argam), Viviane Moreira, comemorou o lançamento da obra. Ela faz parte de uma comunidade que reúne cerca de sete mil pessoas que utilizam a BR-080 com frequência.

 

“É mais do que uma obra, é um ato de amor. Muitas mães perderam os filhos aqui, muitas mulheres perderam os maridos aqui. Todo o DF vai ser atendido por essa obra. Quando falo que salva vidas é sobre os agricultores que saem de madrugada para a Ceasa, dos que voltam de noite por essa pista. Essa duplicação vai salvar vidas”, frisou.

 

O presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logísticas no DF (Sindibras), Hélio Camilo Marra, também enalteceu a duplicação da rodovia: “É importante para o setor de transportes e para o setor produtivo, aqui temos muitos produtores rurais e chácaras. E temos que lembrar que o transporte é a mola mestre do país, seja viário, aquaviário ou aéreo. Em qualquer lugar, se há comida, é porque o transporte passou por lá”.

 

Outras melhorias viárias

 

Vale lembrar que a atual gestão do GDF se adiantou e concluiu o alargamento da DF-001 na saída da Estrutural em um trecho de 8,2 km, o que já tem colaborado para o tráfego na região de Brazlândia.

“A BR-080 é uma veia que passa dentro do Distrito Federal, importantíssima ligação com o estado de Goiás e o trânsito de caminhões é muito forte. As pessoas ficam horas e horas atrás dos caminhões para fazer essa ultrapassagem. Nós já fizemos uma parte da DF-001, aquela ampliação, já ajudou muito, mas agora chegou a hora da duplicação da 080”, acrescentou o secretário de Governo, José Humberto Pires de Araújo.

 

O governo está atento a outras vias da região e está restaurando um trecho de 7,6 km da DF-180, no entroncamento entre a BR-070 e a BR-080.

 

 

Fonte: DER – DF

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -

Você pode gostar