20.5 C
Brasília
- PUBLICIDADE -
InícioDistrito FederalFamílias do campo terão ampliação dos atendimentos do Cras Móvel

Famílias do campo terão ampliação dos atendimentos do Cras Móvel

Publicado em

Para complementar o atendimento realizado pelo Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Móvel em parceria com a Emater-DF em áreas rurais, a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e a Emater-DF se reuniram para articular a ampliação dos serviços. Os acolhimentos serão realizados conforme o serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif), que é ofertado de forma continuada e integral, envolvendo serviços, programas e benefícios socioassistenciais às pessoas em situação de vulnerabilidade social e de insegurança alimentar e nutricional.

“Às vezes, o transporte público é oneroso e o acesso não é tão facilitado pelo volume de linhas de ônibus que passam. A gente entende que essas questões dificultam ainda mais o acesso da população rural à proteção social básica. O objetivo é facilitar o acesso e favorecer a oferta dos serviços na área rural”

Sinara Silva de Deus, diretora de Proteção Social Móvel da Sedes

De acordo com a diretora de Proteção Social Móvel da Sedes, Sinara Silva de Deus, a parceria com a Emater-DF é essencial para que a secretaria consiga levar o serviço de proteção social básica para as áreas rurais, que são distantes dos centros urbanos. “Às vezes, o transporte público é oneroso, e o acesso não é tão facilitado pelo volume de linhas de ônibus que passam. A gente entende que essas questões dificultam ainda mais o acesso da população rural à proteção social básica. O objetivo é facilitar o acesso e favorecer a oferta dos serviços na área rural”, explica. A reunião de articulação foi realizada na quinta-feira (11), na Sedes.

“Estamos comprometidos com as famílias rurais e atuamos em diversos projetos sociais para melhorar o bem-estar das pessoas, como as rodas de terapia integrativas. A Emater-DF valoriza a parceria com a Sedes, que tem sido fundamental para que nosso público tenha acesso aos benefícios sociais de que tanto precisam”

Loiselene Trindade, diretora-executiva da Emater-DF

Diretora-executiva da Emater-DF, Loiselene Trindade ressaltou o papel da empresa como executora e articuladora na chegada de políticas públicas e assistenciais ao campo. “Estamos comprometidos com as famílias rurais e atuamos em diversos projetos sociais para melhorar o bem-estar das pessoas, como as rodas de terapia integrativas. A Emater-DF valoriza a parceria com a Sedes, que tem sido fundamental para que nosso público tenha acesso aos benefícios sociais de que tanto precisam”, afirmou.

Atualmente, Emater-DF e Sedes já mantêm parceria com o Cras Móvel, que semanalmente realiza atendimentos socioassistenciais em áreas rurais, ofertando assistência vinculada ao Cadastro Único (inclusão e atualização), programas, serviços e benefícios como o Cartão Prato Cheio, carteira do idoso e auxílio-natalidade, entre outros. A proposta visa fortalecer essa parceria, por meio da oferta do Paif em sua totalidade, com periodicidade mensal, denominado Paif Móvel.

A expectativa é que o Paif Móvel inicie as atividades em junho, em quatro escritórios da Emater-DF que atendem diversos núcleos rurais. O serviço vai assistir famílias residentes no campo em situação de vulnerabilidade social e de insegurança alimentar e nutricional, garantindo direitos e acesso às políticas públicas de forma continuada. O Paif permite a escuta qualificada acerca das necessidades das famílias, envolvendo demandas para demais políticas públicas, além de fornecer informações e orientações sobre como acessar outros serviços públicos demandados.

Na parceria, a Emater é responsável por identificar o território abrangido pelos escritórios onde ocorrerão os atendimentos e fornecer suporte logístico e infraestrutura para a equipe técnica do Cras Móvel durante as atividades.

“Nosso trabalho visa garantir que os equipamentos públicos de assistência social possam atender às famílias, especialmente as mulheres das áreas rurais, que muitas vezes estão distantes dos locais onde esses equipamentos o estão instalados”, ressaltou Maria Bezerra, da Gerência de Desenvolvimento Sócio Familiar da Emater-DF. A gerente de Desenvolvimento Sociofamiliar da empresa, Letícia Martinez, e a coordenadora de Proteção Social Básica da Sedes, Daiana Brito, também participaram da reunião.

*Com informações da Emater-DF

Fonte: Agência Brasília

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -

Você pode gostar