15.5 C
Brasília
- PUBLICIDADE -
InícioDistrito FederalEducaçãoProfessores recebem capacitação para prevenção e enfrentamento ao bullying

Professores recebem capacitação para prevenção e enfrentamento ao bullying

Publicado em

160 professores se inscreveram no curso da Secretaria de Educação e do Ministério Público do DF

Lívia Barros, Ascom/SEEDF

 

 

Com o objetivo de proporcionar ambientes escolares seguros, acolhedores e favoráveis, tanto para o desenvolvimento integral dos estudantes, como para o exercício da função profissional dos educadores, a Secretaria de Educação do Distrito Federal desenvolve uma série de atividades para a promoção da cultura de paz nas escolas. Nessa quarta-feira (10), a Pasta realizou em parceria com o

Ministério Público do DF e Territórios uma capacitação de prevenção e enfrentamento ao bullying.

 

Realizada no auditório do Instituto Federal de Brasília (IFB) de Planaltina, o encontro reuniu diversos profissionais da educação. O público-alvo foram professores, orientadores e coordenadores que lidam diretamente com estudantes e suas famílias. Ao todo, 160 pessoas se inscreveram para participar da ação que é realizada de forma híbrida.

 

Nesta quarta (10), foi realizado o encontro presencial, e outros dois encontro acontecerão, de forma online, nos dias 17 e 30 de abril. “Nosso objetivo é promover a paz nas escolas. Trabalhando a cultura de paz, trabalhamos também a saúde mental dos nossos estudantes e de toda a comunidade escolar”, comenta Ana Beatriz Goldstein, chefe da Assessoria Especial de Cultura da Paz da Secretaria de Educação do DF.

 

O bullying devasta vidas e essas ações da Secretaria da Educação de combate e prevenção à essa prática pode salvar. Precisamos, enquanto Educação, construir um ambiente acolhedor para nossos alunos”, apoia a coordenadora da Regional de Ensino de Planaltina, Raíssa Matos Monteiro.

 

 

O intuito da capacitação promovida em parceria com o Ministério Público é desenvolver habilidade de mediação de conflitos e o uso da comunicação não violenta em casos de bullying na escola para que os profissionais tenham ferramentas para identificar, de imediato, casos de violência e fazer intervenções produtivas e benéficas.

 

Eu trabalho fazendo atendimentos de apoio pedagógico e psicológico aos nossos alunos e lido, diariamente, com questões de saúde mental deles. Receber esse treinamento será muito importante para que eu possa usar essas ferramentas para ajuda-los a solucionar seus conflitos”, ressalta Evailde Flores Campos, pedagoga da Escola Classe 04 de Sobradinho.

Fonte: Secretaria de Estado de Educação do DF

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -

Você pode gostar