19.5 C
Brasília
- PUBLICIDADE -
InícioDistrito FederalDia D convoca população a ser fiscal no combate à dengue

Dia D convoca população a ser fiscal no combate à dengue

Publicado em

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) intensificou as ações de combate ao Aedes aegypti na Estrutural com a realização do Dia D de Combate à Dengue, neste sábado (17). O evento contou com o engajamento da comunidade, que compareceu em peso. Nas próximas semanas serão montadas mais 11 tendas de atendimento e outros dez carros de fumacê estarão nas ruas de Brasília, totalizando 40 veículos.

Na Tenda da Dengue, montada no Centro de Juventude da Estrutural, a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio, pediu para que a população fiscalize suas residências e auxiliem na conscientização de vizinhos para evitar criadouros do mosquito. “Conclamamos a população que olhe para suas residências, sejam fiscais de si próprios e do outro. Olhar se tem algum depósito, pneu, carcaça, lixo descartado em local indevido. Temos o número 199, precisamos ligar”, ressaltou.

No evento, a SES-DF disponibilizou vacinação para a população, com imunizantes do calendário de rotina. Também foram realizados testes rápidos para hepatites, sífilis e HIV, acompanhados de aconselhamento e distribuição de preservativos.

“Devido ao período de chuva, a tendência é a proliferação do mosquito. Aconselhamos a população a não acumular água, a utilizar repelente, fazer vistoria na sua residência, procurando focos”
José Genilson, diretor de gestão de risco e desastre da Defesa Civil do DF

A gestora caracterizou como satisfatória a procura pelas vacinas da dengue aplicadas em crianças de 10 a 11 anos. Com o retorno das aulas, a procura deve se intensificar. “Peço a todos que completem o cartão de vacina, principalmente da covid, tomem os reforços. Temos 124 salas de vacina no DF. Procurem a sala de vacina mais próxima da residência e atualizem seu cartão. Vacina é saúde”, reforçou a secretária.

O morador da Estrutural, Ezequiel Lopes, 29 anos, compareceu ao evento após três dias com dores no corpo. “Fiz o teste rápido e deu positivo. Rapidamente me colocaram na hidratação. Estava muito fraco, o atendimento foi bem rápido”, avaliou. Durante duas horas, ele foi monitorado e recebeu hidratação em uma sala climatizada.

Mais de 40 profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF) estiveram presentes na Tenda da Dengue, em funcionamento das 7h às 19h, oferecendo atendimento a casos suspeitos da doença. Os pacientes tiveram acesso a hidratação intravenosa e testagem rápida. “Estamos superando esse momento porque temos trabalhadores comprometidos e utilizando dados técnicos e de vigilância epidemiológica. Essas construções são feitas dia após dia”, elogiou a secretária de Saúde.

Informações e serviços para a população

A gerente de enfermagem da Diretoria Regional de Atenção Primária à Saúde (Diraps) da SES-DF, Patrícia Albuquerque, destacou que também foram realizadas ações de orientação sobre odontologia e confecção de carteira de identidade pela Secretaria de Justiça. “É um momento muito importante e que facilita a vida do usuário. Muita gente trabalha durante a semana, então aproveita esse momento para vir até nós”.

Estandes montados no local também ofereceram esclarecimentos e orientações sobre outras endemias. A técnica administrativa da Diretoria de Vigilância Ambiental da SES-DF, Terezinha Leite, destacou que a população não deve acumular água nem lixo. “Temos um vírus circulante muito agressivo. São vários amigos e parentes com dengue. A gente chama atenção para que as pessoas mudem de comportamento”.

Nas ruas, equipes da SES-DF, Corpo de Bombeiros (CBMDF), Defensoria Pública (DPDF), Defesa Civil e outros órgãos do Governo do Distrito Federal (GDF) se uniram em ações contra a proliferação do mosquito da dengue. Os moradores receberam a visita de 30 agentes de vigilância ambiental da SES-DF, acompanhados por 300 bombeiros militares, com o propósito de orientar e detectar possíveis focos de reprodução do mosquito. Além disso, veículos de fumacê percorreram as ruas da Estrutural.

Um dos moradores visitados foi Jaime Rodrigues, 78 anos, residente do Setor Leste. Ele elogiou o esforço realizado no bairro. “Tenho um cuidado especial para evitar o mosquito da dengue. Recebo a visita dos agentes, cuido das plantas e do escoamento da água, para mim é muito importante. Vi o fumacê passando. Tudo isso ajuda”, relata.

A comandante do Corpo de Bombeiros do DF, coronel Mônica Miranda, endossou que a luta contra a dengue conta com todos os esforços necessários. ”Não só na parte operacional, mas também a questão de capacitação dos nossos bombeiros. É um trabalho árduo e vamos conseguir vencer essa batalha”.

O diretor de gestão de risco e desastre da Defesa Civil do DF, José Genilson, exaltou que a data é mais uma oportunidade de conscientizar a população do perigo da dengue. “Devido ao período de chuva, a tendência é a proliferação do mosquito. Aconselhamos a população a não acumular água, a utilizar repelente, fazer vistoria na sua residência, procurando focos”. Ainda foram usados drones para inspecionar oito áreas de difícil acesso da Estrutural.

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) e o Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal (SLU) forneceu caminhões basculantes e pás mecânicas para a remoção de lixo, entulho e resíduos descartados de forma inadequada na região.

*Com informações da SES-DF

 

Fonte: Agência Brasília

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -

Você pode gostar