22.5 C
Brasília
- PUBLICIDADE -
InícioBrasilOrquestra da Petrobras e Monobloco se unem para baile sinfônico no Rio

Orquestra da Petrobras e Monobloco se unem para baile sinfônico no Rio

Publicado em

Pela terceira vez, a Orquestra Petrobras Sinfônica se junta ao Monobloco para a realização do Baile Sinfônico, na Fundição Progresso, levando clássicos do carnaval a este sábado (17) das campeãs que encerra o carnaval 2024 no Rio de Janeiro. Sob a regência do maestro Felipe Prazeres, o showcerto, mistura de show e concerto, vai animar o público a partir das 20h30. Os ingressos podem ser adquiridos na internet e no sita do local da apresentação, a Fundição.

O maestro Felipe Prazeres destaca que a Orquestra Petrobras Sinfônica não podia ficar de fora da animação que ocorre na cidade do Rio no carnaval e que é fonte de investimentos para o estado e o país. “Agora, a gente está retomando essa parceria e a participação da orquestra, que tem de fazer parte do que acontece no nosso país, na nossa cidade, na cultura, nos costumes. E a gente não podia ficar de fora do carnaval”, ressaltou, em entrevista à Agência Brasil.

Felipe Prazeres destacou que a junção com o Monobloco, um dos grandes blocos de rua do Rio, se deu muito pelo fato de a Fundição Progresso ser a sede de ensaios da Orquestra Petrobras Sinfônica e receber o Monobloco há muitos anos. “Eles ministram alguns cursos de percussão lá. Por isso, essa junção foi muito orgânica“. Segundo o maestro, como os instrumentos da orquestra ficam na Fundição, a atuação conjunta com o Monobloco facilita a logística.

Vanguarda

“A gente toca todos os repertórios”, destacou Prazeres, explicando que a orquestra pode estar aberta para qualquer manifestação musical. “Então, a gente já foi no rock, no pop, no reggae, no sertanejo, toca muito samba também. Já faz parte do DNA da Petrobras Sinfônica se misturar e fazer com que uma orquestra sinfônica seja uma coisa normal para as pessoas que veem e não algo pomposo, como se colocou em algum momento do século passado, como se estivesse em um lugar inatingível, quando é justamente o contrário. A gente quer que a sociedade perceba que uma orquestra sinfônica faz parte do nosso cotidiano, das nossas vidas”.

O showcerto vai combinar samba, bossa nova, marchinhas de carnaval, forró e música clássica em um único espetáculo. Canções como Carinhoso, Cidade Maravilhosa, Banho de Cheiro, Jura, Chega de Saudade, Yes nós temos banana, Taj Mahal, Homem com H, Minha jangada, Bloco na rua, Batuque, Pequena Serenata Noturna vão animar os foliões. “Ou seja, a gente faz um mix do repertório do próprio Monobloco também, agora com versões orquestradas”, disse Prazeres. E completou: “Em algum momento, o Monobloco entra junto e a gente faz essa brincadeira com a música de concerto, o samba, o carnaval, com a percussão”. A noite terá ainda a participação da DJ Nicole Nandes e do Bloco 442.

Orquestra

Com 49 anos de existência, a Orquestra Petrobras Sinfônica  foi criada pelo maestro Armando Prazeres e se firmou como ente cultural que expressa a pluralidade da música brasileira e transita fluentemente por distintos estilos e linguagens. Tem como diretor artístico e maestro titular Isaac Karabtchevsky, o mais respeitado regente brasileiro e nome consagrado no panorama internacional.

Fonte: Agência Brasil

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas notícias

- PUBLICIDADE -

Você pode gostar