Militares reforçam grupo político liderado pela deputada Paula Belmonte

A pré-candidatura majoritária da deputada federal Paula Belmonte (Cidadania-DF) angariou mais apoios. Um grupo de nove militares fechou acordo para se filiar ao PSC. Unidos, eles estarão com melhores condições de eleger representantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros e, assim, estarão no palanque de Paula nas eleições.

Quatro desses militares já disputaram eleições e somaram juntos 25 mil votos. O sargento Eliomar alcançou 17.265 votos para deputado federal em 2018. Já o sargento Everaldo foi escolhido por 2.268 eleitores para o mesmo cargo.

Na lista de candidatos a distrital estavam o sargento Ricardo Tobé, que foi apoiado por 5.080 brasilienses, e o sargento Geraldo Alves apareceu com 4.732 votos. Os outros cinco são o capitão Medeiros, o coronel Albuquerque e os sargentos Luciano Alves, Maurício e Adeílton.

A deputada e presidente do Cidadania-DF, Paula Belmonte, comemorou o apoio dos militares. “Nosso projeto para o Distrito Federal é amplo e alcança segmentos variados. É um grupo plural, que vai nos ajudar a mudar a realidade de Brasília”, afirmou.

Na ótica do presidente regional do PSC, Felipe Belmonte, a nominata do partido está qualificada e as expectativas são boas. “Serão candidatos com peso expressivo e representatividade qualificada”, disse.
“O PSC representa os anseios de defesa da família, da liberdade e dos valores cristãos que os integrantes das forças de segurança pública tanto prezam. E vai lutar para que eles que sejam valorizados e tratados com o respeito que merecem”, afirmou Felipe Belmonte.

Foto: Victória Duarte

Deixe um comentário